quinta-feira, 24 de março de 2011

A vida continua

Começos, recomeços…
força descoberta, encoberta,
estendo as mãos prenhes de amor  
ao destino que fortalece os frágeis,
os fortes, todos que vivem,
o tempo como as marés
dançam a serenata do devir,
o dia novamente nasce,
a alma novamente acorda
o sol aquece a ternura
a lua beija as estrelas
e a vida continua ...  

Um comentário:

jose vitor lemes disse...

Poesia linda!
Esta imagem faz viver uma viagem que fizemos a mais de trinta anos, Lembra?! "O Zé Carlos dirigia o SP2, e um ônibus assassino da viação Cometa colou atrás… O cara fez terror por vários quilômetros, (não dava oportunidade de mudar de faixa)
Eu colei as mãos no banco e me senti como se fosse uma pulga entre unhas.

beijos