terça-feira, 24 de dezembro de 2013



Quando me coloco sòzinha, logo vem essa vontade absurda de entrar aqui e
colocar meus pensamentos, mesmo que eles não sejam feitos por mim, mas de
alguma maneira são meus.


"...Estou em plena luta... Mas olho para todos ao meu redor e vejo o que temos feito de nós e a isso considerado vitória nossa de cada dia.  Temos amado, acima de todas as coisas! Não temos aceito o que não se entende porque não queremos passar por tolos, mas mesmo assim somos tolos e é bom. Não temos amontoado coisas e seguranças por não estarmos entendendo algumas coisas? Temos evitado cair de joelhos diante do primeiro de nós que por amor diga: tens medo?
... Não temos medo por sermos puros e ingênuos para não rirmos de nós mesmos e para que no fim do dia possamos dizer " pelo menos ainda acredito em mim" e assim não ficarmos perplexos antes de se apagar a luz..."


 
 Então ... 
 
 

 

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013



No ano passado...

Já repararam como é bom dizer "o ano passado"? É como quem já tivesse atravessado um rio, deixando tudo na outra margem...Tudo sim, tudo mesmo! Porque, embora nesse "tudo" se incluam algumas ilusões, conquistas, dificuldades, sofrimentos, a alma está leve, livre, numa extraodinária sensação de alívio até de alegria,  de novidade, como só se poderiam sentir as almas inocentes. Mas no ano passado, como eu ia dizendo, ou mais precisamente, no último dia do ano passado ... foi muito bom,  foi  ...
Morri? Não. Ressuscitei.Isto da passagem de um ano para outro é um corriqueiro fenômeno de morte e ressurreição - morte do ano velho e sua ressurreição como ano novo, morte da nossa vida velha para uma vida nova.
Mario Quintana










 

domingo, 22 de dezembro de 2013




Interessante estre trecho de Martha Medeiros:

"Gaste seu amor. Usufrua-o até o fim. Enfrente os bons e os maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize. Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade. Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo. Isso é que libera a gente para ser feliz de novo."
 
 
 


 
Quando somos infantis em relações sentimentais, o bom mesmo é ficar inocente.
O amor só é bom e valioso quando é inocente, livre, leve, solto ... palavras ao vento sem receio de comedir emoções, sem receio de se expor, sem receio de amar. Se não for assim, não vale a pena.

Sônia Mara

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013





"Quando estou sozinha procuro não pensar porque tenho medo de de repente pensar uma coisa nova demais para mim mesma"
 







Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui de dividir meus espaços
Nunca quis muitos no meu convivio
Nunca tive que dividir sentimentos
Sempre os tive com exclusividade
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de em que
encontro sozinha
nunca estou sozinha
meus pensamentos ocupam todo o espaço,
tenho lembranças maravilhosas,
infinitas ...
Posso passar noites e noites,
caminhar dias e dias
São lembranças intensas
Amores arrebatadores

Mas de repente ...



 

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013












Às vezes fico triste, mas graças a Deus não sou um
espirito triste. Aliás não gosto de ser.
A alegria passa por cima de qualquer situação e o
bom humor que não deve me faltar me ensina a não
dar aos acontecimentos infelizes maior importância
que eles já tenham.













Recomendo► @[411779455550964:274:MULHERES.com ESTILO]



terça-feira, 17 de dezembro de 2013










Quero ver você não chorar
Não olhar pra trás
Nem se arrepender do que faz

Quero ver o amor crescer
Mas se a dor nascer
Você resistir e sorrir

Se você pode ser assim
Tão enorme assim eu vou crer

Que o natal existe
Que ninguém é triste
Que no mundo ha sempre amor


.........

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013



Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo, é renovar as esperanças na vida e o mais importante, acreditar em você de novo.


Sempre, sempre, sempre ...
Vou fazer deste final de ano o melhor ano que puder fazer,
não importa que o ano não foi o dos melhores, com certeza 
não foi o pior, já passei vários outros muito piores, ...
ainda não sei muita coisa desta vez como será.
Sei de mim ...
Uma coisa eu sei, terei alegria no meu coração, agradecimento
a Deus pela ajuda, pela força, pela saúde, pela minha família,
meus amigos, meus colaboradores, todos ... e tudo.
terei esperança renovada para um ano novo bom, com trabalho,
prosperidade, e todos que comigo conviverem também receberem 
de Deus as bênçãos e a felicidade desejada.
Sei que não será diferente, ... providenciarei uma bonita mesa,
a mais bonita, colorida, iluminada, acenderei várias velas e
quando for tomar o meu vinho frisante cada borbulho que
ir bebendo serão só de esperanças, esperanças, esperanças.
Se nada sair como imagino, todas essas coisas não serão
imaginação, irão acontecer, será real e nada irá mudar a      
a minha esperança e nem as coisas que tenho condições de
fazer, que serão muitas ... Sempre, sempre, sempre ...
Eu só quero pensar assim !!! Eu sei o porquê !!!



                                                                                













E nessa tentativa de voltarmos pra nós, você se perde mais e eu não encontro o caminho de volta pra mim. Nossa história nos procura... Ronda. Sonda. Encontra a brecha, se espalha em nossas frestas, se instala desesperada no que sentimos, se agarra louca  ao que podemos ser e  toda vez que você desperdiça o momento, toda vez que eu deixo que o instante se desmanche no teu momento, esse sentimento vira vento, movimento preso no gesto falho, no afeto que vira nó... Tanto ainda pra ser vivido, mas como se conta uma história teimosa  que  começou e não chega ao fim? Como se vive algo que se desmancha a cada palavra impensada, a cada silêncio de abismo, a cada fuga de si mesmo? E como se mata  o que é tão vivo no lado de dentro e só poeira no lado de fora? E nessa busca incessantemente inerte, vou ensaiando sonhos de não te lembrar, você vai treinando fantasias de me esquecer...
 
 
 
 
 
 
 
(Web Cris)




Foto de Tudo mudou.    

Nunca !!!

domingo, 15 de dezembro de 2013









 Pitangueiras

 
 Mais um dia amanheceu,
Abri a janela e o Sol está brilhando,
lá fora, o mar cantando ...
Fiz um café, abri o meu not book
A vida está aqui
Sinto-me viva ... e
sigo esparramando palavras,
descrevendo  meus sentimentos
minhas emoções,
um pedacinho do meu coração.
 
Acordei um pouco cansada
A sensação de que preciso muito de Deus
 
Uma vontade de me aninhar e esperar
O tempo que for preciso,
sem pressa, sem hora, sem compromissos.
Infelizmente tenho que ir.
 
Segura nas mãos de Deus.
 
Daqui há pouco estarei voltando
A estrada me levando para
a trilha que tenho que caminhar
 
Me sentindo um pouco triste !!!
Não consegui vislumbrar onde está
O meu ninho ...

 
 
 
 
 
 
 

sábado, 14 de dezembro de 2013





Um poema de Natal



Se a data é bonita,
se o clima é de presentes,                                                          
por que insistem em doer em mim...
as ausências?
Ah, danado de coração humano...
que quer o que não tem,
sofre pelo que não pode mais ter,
sem se dar conta de que,
no fundo,
jamais perde aquilo que amou de verdade.
Ah, danado de coração humano...
sempre faminto do alimento
que não tem,
sempre insatisfeito com o muito que ainda lhe sobra.
Ah, danado de coração humano...
que pensa ser dono de tudo,
e não se dá conta de que tudo lhe é emprestado.
Sem se dar conta de que lhe é oferecida,
de bandeja,
a Eternidade.
 
Poema da minha amiga Mara Senna
Adorei ... particularmente meu


 






'' A vida é assim. Há momentos de sossegos. Outros de desassossegos. Onde vem uma onda que nos faz sofrer. Nos encolhe. Nos aperta. Em outros momentos a onda se quebra e vem discreta com novos ventos nos trazendo alívio. Nos lábios o sorriso. Na alma a leveza. E assim eu descubro. Que fé e coragem é tudo que eu preciso. ''










sexta-feira, 13 de dezembro de 2013








O Natal está chegando ...

 

E o  melhor de tudo, Natal quer dizer um espírito de amor,

um tempo quando o amor de Deus e o amor dos seres

humanos deveriam prevalecer acima de tudo, onde as

diferenças, as tristezas, a amargura não existissem ...

um tempo em que nossos pensamentos, ações,

e o espírito de nossas vidas manifestassem somente 

em alegria e na união com os nossos entes queridos.

Mas, faz tempo ... que o Natal ficou um pouco diferente !
 
 
 
 





A força e a coragem


É preciso ter força para ser firme, mas é preciso coragem para ser gentil. É preciso ter força para se defender, mas é preciso coragem para baixar a guarda. É preciso ter força para ganhar uma guerra, mas é preciso coragem para se render. É preciso ter força para estar certo, mas é preciso coragem para ter dúvida. É preciso ter força para manter-se em forma, mas é preciso coragem para ficar em pé. É preciso ter força para sentir a dor de um ente querido, mas é preciso coragem para sentir as próprias dores. É preciso ter força para esconder os próprios males, mas é preciso coragem para demonstrá-los. É preciso ter força para suportar o abuso, mas é preciso coragem para faze-lo parar. É preciso ter força para ficar sozinha, mas é preciso coragem para ficar bem. É preciso ter força para amar, mas é preciso coragem para ser amada. É preciso ter força para sobreviver, mas é preciso coragem para viver.  Queira Deus que o mundo possa me abraçar hoje com seu calor e Amor ! E que o vento possa levar essa voz ao mundo, desejando só o bem e que, acima de tudo ainda consiga a felicidade plena e todos que a buscam, também !!! 

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013









A tempestade que não entra...
 
Vejo à minha frente
Um caminho diferente
Um caminho que se diz contente...
Mas eu...
Perco-me no meio de palavras divergentes...
O sonho, só, não basta
Preciso de algo que me afaste
Da ilusão, da incerteza, da incoerência.
A realidade, apenas, não é suficiente
Quero acreditar e confiar nos meus instintos...
Nas minhas vontades...
O nevoeiro, calmamente regressa à minha vida.
Uma nova estação se apresenta.
O vento bate à minha porta
Mas a passividade impede-me de a abrir
Não sei bem o que está acontecendo ...
 
 
 
 








Lindo texto


Eu creio em mim mesmo. Creio nos que trabalham comigo, creio nos meus amigos e creio na minha família. Creio que Deus me emprestará tudo que necessito para triunfar, contanto que eu me esforce para alcançar com meios lícitos e honestos. Creio nas orações e nunca fecharei meus olhos para dormir, sem pedir antes a devida orientação a fim de ser paciente com os outros e tolerante com os que não acreditam no que eu acredito. Creio que o triunfo é resultado de esforço inteligente, que não depende da sorte, da magia, de amigos, companheiros duvidosos. Creio que tirarei da vida exatamente o que nela colocar. Serei cautelosa quando tratar os outros, como quero que eles sejam comigo. Não caluniarei aqueles que não gosto. Não diminuirei meu trabalho por ver que os outros o fazem. Prestarei o melhor serviço de que sou capaz, porque prometi a mim mesma triunfar na vida, e sei que o triunfo é sempre resultado do esforço consciente e eficaz. Finalmente, perdoarei os que me ofendem, porque compreendo que às vezes ofendo os outros e necessito de perdão.
 
 
 
 
Mahatma Gandhi

terça-feira, 10 de dezembro de 2013











SENHOR, PROTEJA AS NOSSAS DÚVIDAS

ORAÇÃO QUE EU ESQUECI

SENHOR,

PROTEJA AS NOSSAS DÚVIDAS, PORQUE A DÚVIDA É UMA MANEIRA DE ORAR. É ELA QUE NOS FAZ CRESCER, PORQUE NOS OBRIGA A OLHAR SEM MEDO PARA AS MUITAS RESPOSTAS DE UMA MESMA PERGUNTA.

E PARA QUE ISSO SEJA POSSÍVEL, SENHOR, PROTEJA AS NOSSAS DECISÕES, PORQUE A DECISÃO É UMA MANEIRA DE ORAR. DAI-NOS CORAGEM PARA, DEPOIS DA DÚVIDA SERMOS CAPAZES DE ESCOLHER ENTRE UM CAMINHO E OUTRO.

QUE O NOSSO SIM SEJA SEMPRE UM SIM, E QUE NOSSO NÃO SEJA SEMPRE UM NÃO.

QUE UMA VEZ ESCOLHIDO O CAMINHO, JAMAIS OLHEMOS PARA TRÁS, NEM DEIXEMOS QUE NOSSA ALMA SEJA CORROÍDA PELO REMORSO.

QUE POSSAMOS, ATRAVÉS DO TRABALHO E DA AÇÃO, COMPARTILHAR UM POUCO DO AMOR QUE RECEBEMOS E QUE DAMOS.

E PARA QUE TUDO ISSO SEJA POSSÍVEL, SENHOR DAI-NOS SEMPRE ENTUSIASMO, PORQUE O ENTUSIASMO É QUE NOS LIGA AOS CÉUS E À TERRA, E NOS DIZ QUE TUDO É POSSÍVEL, DESDE QUE ESTEJAMOS TOTALMENTE COMPROMETIDOS COM O QUE FAZEMOS.

E PARA QUE ISTO SEJA POSSÍVEL, SENHOR ....PROTEJA-NOS, PORQUE A VIDA É A ÚNICA MANEIRA QUE TEMOS PARA MANIFESTAR O TEU MILAGRE.
E ISTO SÓ É POSSÍVEL SE TIVERMOS "AMOR".

PORTANTO, NUNCA NOS DEIXE EM SOLIDÃO.

DAI-NOS SEMPRE A TUA COMPANHIA, E A COMPANHIA DOS QUE AGEM, SONHAM, SE ENTUSIASMAM, E VIVEM COMO SE CADA DIA FOSSE TOTALMENTE DEDICADO À TUA GLÓRIA. ASSIM TE PEÇO, AMÉM !!!!

(WEB)




segunda-feira, 9 de dezembro de 2013





Ao esquivarmo-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade...
A felicidade não está no viver, mas sim  em saber viver...
Vive-se com muito amor, com muita alegria e paixão....
E a dádiva está em cada sorriso que recebemos...e que damos !!!
 
Devemos sonhar e conquistar nossos sonhos; acordar a cada amanhecer,
com a certeza que tudo pode acontecer...!!!
 
Este é o milagre da vida ...!!!
 
 
 

 
 

domingo, 8 de dezembro de 2013




Foto: Quando meus braços não podem alcançar pessoas ligadas ao meu coração, eu as abraço sempre em meus pensamentos.

Quando meus braços não podem alcançar pessoas ligadas ao meu coração,
eu as abraço sempre em meus pensamentos.

Muitas, muitas vezes.


sábado, 7 de dezembro de 2013




   Um homem admirável !!!


Foto de VIDA Líquida.


Tem pessoas que vem nesta vida, se vão ...
mas permenecem .  Conheço algumas.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Coisas que eu sei - Danni Carlos











Neste final de tarde ... depois de um dia
super quente, cheia de trabalho ... últimos dias
de mais um ano que está se esvaindo ...
me encontro sòzinha finalmente,
apenas o barulho da chuva lá fora e um gostoso
frescor natural do ventinho que vem pela janela,
uma música maravilhosa no fundo, um vinho
gelado, uvas fresquinhas ... e esta vontade de
passar o tempo escrevendo:


Assim:

Sou uma eterna apaixonada por palavras,
me sinto uma banheira transbordando sentimentos
e não tem como fechar a torneira.
As palavras expressam quem sou e não cabem aqui.
Não sou nada, claro.
Mas ao mesmo tempo me sinto plena, cheia de coisas.
Sou a alegria misturada com tristezas ...
Sou dor com solidão e também felicidade com paixão.
Sou uma mulher comum como outra qualquer, mas
as vezes me acho diferente.
Posso ser simples, sofisticada ... determinada; juntas
uma boa mistura: um pedaço de mágoa, uma medida
de amor, esperanças.  Mostro meu sorriso sempre,
mas também sei chorar sozinha por vários motivos.
A emoção à flor da pele.
Quando amo sou a definição da palavra!
Às vezes penso que sou uma folha em branco
que não tem mais espaço para ser escrita.
Ora ... o espaço se torna grande ainda pra muito
mais escritas. Fico fascinada!
Quando mais me esforço pra saber ...
menos sei de mim.
Não existem fórmulas certas ... sou sempre eu mesma,
mas com certeza não serei a mesma pra sempre, ou
serei ?

Este é o meu lado mais intimo, o qual me dou o
direito de divagar. 



Sônia Mara


















Eu estava dormindo e me acordaram.

E me encontrei assim ...

Num mundo inusitado.

E quando eu começava a compreendê-lo

Um pouco ...

Já eram horas de dormir de novo.




(Mario Quintana)












Não tente me entender. O máximo que seus olhos permitem enxergar, é a margem, e não a profundidade do rio.



 

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013






Um dia após o outro. Um passo de cada vez, e a gente vai indo... Se perdendo, se  encontrando, se reinventando... E nos dias nublados, uma certeza. O sol sempre volta a brilhar.

(Lis Fernandes)


Um dia após o outro
Um passo de cada vez
e a gente vai indo ...
Se perdendo,
Se encontrando,
Se reiventando ...
E nos dias nublados,
uma certeza no coração
O Sol sempre volta a brilhar.



quarta-feira, 27 de novembro de 2013


 

 
 
 
Talvez não haja no universo sentimento mais profundo do que este: a solidão interior. Aquela solidão da alma. A constatação fria e inegável de que, não importa o quanto eu esteja cercada de coisas e pessoas, ou o quanto outras criaturas tenham contribuído com a minha caminhada, na minha consciência hoje estou só, comigo mesma.  Eis que, em algum momento da minha existência, a minha consciência força-me à transformação, à total, profunda e sincera revisão de tudo em que vinha acreditando. Ela faz-me olhar novamente para tudo o que fiz, construi, vivi e aprendi e, de forma implacável, coloca-me frente a frente com tudo que sou, de verdade, e nem sequer imaginava.

Não há fuga possível, não há como ou onde esconder-me. É como se tudo ficasse claro de uma vez, e eu fosse obrigada a olhar num espelho vivo e límpido, onde estão refletidas todas as minhas verdadeiras emoções, idéias, necessidades e tropeços. Os meus medos e as minhas carências.
E, ao deparar-me com tanto da minha verdadeira essência que eu desconhecia e ignorava, é como se algo se rompesse dentro de mim e criasse um imenso vazio, que me engole e me deixa sem chão, flutuando, em completa suspensão. É como se eu vagueasse dentro do meu próprio vazio interior. As referências momentaneamente confundem-se, como se, o tempo todo, eu estivesse seguindo um mapa falso, para um tesouro que idealizei, mas nunca existiu.

As certezas se transformam em dúvidas, como se tudo o que eu sabia não passasse de um passado distante ... destinado apenas a justificar a mim mesma. O que fazia sentido fica pálido e borrado nos ultimos acontecimentos . E tudo o que tenho é apenas a mim mesma, em toda a minha realidade nua e crua. Nem mais, nem menos. Sou eu que me dispo para mim mesma, como antes nunca tinha feito...
achava que não teria necessidade.

E, então, vem a dor... A dor de perceber que, talvez, essa solidão seja apenas reflexo de tudo. A dor de saber que quem se afastou fui eu mesma, num movimento de defesa infantil e inconsciente, numa fuga assustada por medo de sofrer, ou de perder, ou de ser esquecida. A dor de me dar conta de que, após um bom tempo tempo fugi apenas de mim mesma.  E a dor, às vezes, é tanta e tão grande, que faltam forças para sair do lugar, falta energia para fazê-la parar ou mesmo para olhar para ela. Ela dói no corpo e na alma, dói por dentro e por fora, dói pesado e profunda.

Não pretendo anestesiá-la, não pretendo também ignorá-la. Não desta vez. Quero experimentá-la até à última gota, se possível, se eu suportar. Quero abraçá-la para que ela se transforme em luz, a luz que ainda não tive coragem de buscar para me orientar no resto da  minha caminhada. Não quero apenas passar por ela, mas passar com ela, caminhar com ela, compartilhar os seus segredos, conhecer a sua história. O resto da minha história, que foi muito grande. No entanto, eu e ela ainda estamos no mundo. E, estando no mundo, caminhamos com outras pessoas. Pessoas que estão em outros momentos, pessoas que têm outras necessidades, pessoas que só conseguem ver em mim o que já conhecem, sem conseguir, nem de leve, suspeitar do que também sou, e elas não conhecem e não conseguem perceber e compreender.

E não há como explicar. Não há como colocar em palavras essa solidão que dói no meio de tanta gente, essa solidão plena que me faz sentir única como nunca me senti, essa solidão que me afasta de tudo e de todos e, ao mesmo tempo, quer desesperadamente estar no meio de outros que possam, ao menos, acolhê-la, exatamente como ela é. Não há como decifrar, não há como abrir o peito e mostrar o que está a acontecer bem ali dentro, onde a dor decidiu se instalar. Não há como mostrar o coração que dói, ao lado daquele que bate, pois só eu a sinto. Só eu sinto o que ele sente. E, na nossa dor, somos cúmplices um do outro, nessa solidão que é triste, mas não é tristeza. Essa solidão que assusta, mas não é medo. Essa solidão que magoa, mas não deixa ferida. Uma solidão que é mais que estar sozinha, pois é solidão da alma.
 
 
Texto tirado da Web ... alguém escreveu e muito disso sou eu ...
                                       "Solidão da Alma".

segunda-feira, 25 de novembro de 2013



Olhar para trás após uma longa caminhada pode fazer perder a noção da distância que percorremos, mas se nos detivermos em nossa imagem, quando a iniciamos e ao término, certamente nos lembraremos o quanto nos custou chegar até o ponto final, e hoje temos a impressão de que tudo começou ontem. Não somos os mesmos, mas sabemos mais uns dos outros. E é por esse motivo que dizer adeus se torna complicado! Digamos então que nada se perderá. Pelo menos dentro da gente..."
João Guimarães Rosa



sexta-feira, 22 de novembro de 2013




Hoje, nesta tarde fria e chuvosa ... gostaria de pegar

o meu carrinho e voltar ao único lugar em que me senti

tão feliz na minha vida,  mas que também vi o inferno

de bem perto.  Pitangueiras minha prainha, onde tudo

de bom me aconteceu e onde também tanto chorei.


Um dia, ... deve estar chegando ... a felicidade

retornará.  Agora meu coração está meio baleado,

digamos que ele está feridinho,  mas amanhã quando

eu acordar, abrir a janela e contemplar todo aquele

oceano, vou me sentir bem melhor.


É vida que segue ... não é outra coisa !!!

 

 
 
 
 
 



Na saudade descobrimos que pedaços de nós já ficaram para trás.
E descobrimos, na saudade, uma coisa estranha: desejamos encontrar, no futuro, aquilo que já experimentamos como alegria, no passado.
Só podemos amar o que um dia já tivemos".
E não se perde o que foi verdadeiro!



 
 
 
 



Gostaria que tudo fôsse diferente um dia.
Que eu pudesse viver cada segundo como se fôsse um dia inteiro.
Que cada abraço, cada sorriso, cada  "eu te amo" fôssem
realmente verdadeiros como foi num dia distante ....
Que pudessemos fazer tudo sem medo de errar.
Que cada palavra fôsse de apoio, sem mentiras ...
Que cada sonho fôsse verdadeiro e que cada pesadelo não passasse
de apenas uma noite.
Que todo possivel fôsse possivel, ... como todas as manhãs é uma nova
oportunidade de recomeçar, de recriar e de viver novas inspirações que
venha de dentro mostrando o quanto é precioso viver para amar e
Amar para viver !!!

 
Eu gostaria ... sou humana, normal ...

quinta-feira, 21 de novembro de 2013




Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.


terça-feira, 19 de novembro de 2013

segunda-feira, 18 de novembro de 2013




 Mas é claro que o sol
Vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior
De endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem
Tem gente hoje que está do meu lado
Nem deveria estar, mas eu sei que está

Mas veja a minha vida como está
Eu sei, não tenho culpa ...
A vida ainda não me ensinou certas coisas.

Mas é claro que o sol
Vai voltar amanhã..
Nunca deixe que lhe digam
Que não vale a pena acreditar no sonho que se têm
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você errou em acreditar
Tem gente que não aprendeu amar.
 

sábado, 16 de novembro de 2013








A grande verdade é que você é a pessoa que escolhe ser.

Todos os dias você decide se continua do jeito que é , ou muda.

A grande glória nossa é poder participar de sua autocriação.

E fazer da nossa vida, a melhor possível ... possível !!!






Durante a nossa vida:

Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
Outras que, vem e passam.
Existem aquelas que,
Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar...

(web)





Se eu moro de graça no seu coração sem pagar aluguel significa que a qualquer momento posso ser despejado. Sou um sem-teto. O momento não permite mais que haja uma reserva de palavras, gestos, ações. Não há mais que se conter um afeto, uma entrega. Há uma necessidade urgente de se dizer tudo, se viver integralmente como se o amanhã trouxesse uma manifestação que não se esperava. Que foi tramada na calada da noite e no dia seguinte ganha as ruas. Não há mais que se esperar por nada. Tudo tem que ser vivido. As portas começam a ser abertas. Tudo está sendo preparado para que Você se conheça melhor, descubra o caminho certo e vá em frente. O que implica em abolir de vez o desamor da Sua vida.

Tirada da Web de um grande psquiatra

terça-feira, 5 de novembro de 2013












A vida é estranha

 

E eu sou assim, de um jeito ou de outro

tudo volta pro mesmo ponto.

Escrevo de novo sem endereço certo, mas

uma coisa não está igual para alguém,

sabe o que mudou? Saber que minhas

intermináveis palavras, todas elas ... não

ficarão despercebidas, não ficarão em

vão como das outras vezes.

Desta vez neste envolvimento dei tudo o

que de bom possuia, o que seria planejado

para sempre, pôde durar um tempo razoável,

seguiu um percurso de 3 dias, 3 meses e

em 3 anos se perdeu para todo o resto do

tempo que ainda faltava.

Alguma coisa está mudando em mim,

tive o privilégio de me entregar como uma

adolescente na ânsia de perpetuar uma

história final, mas também estou tendo a

consciência de acordar, após ter vivido uma

necessidade de momento.

Uma coisa ainda vou ter que aprender, não

me arrepender de nada do que foi sincero e

inteiro como é a vida que sou.

Dias novos virão,  recomeços ainda

acontecerão e depois de uma grande

tempestade, receber o que de bom aprendi,

ficar mais consciente, se precaver de novos

percalços.

Tudo que vivi até hoje, aprendi também

que muitos dias fui feliz, sorri o sorriso

da tentativa final e pude aprender que o

final ainda está por vir.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013








A verdadeira evolução está na superação,
É preciso compreender que existem obstáculos dispensáveis,
Impostos muitas vezes pela vaidade ou egoísmo,
Causadores somente de grande perda de tempo.
Retroceder, mudar o trajeto, olhar além...
A primeira analise indica covardia,
Mas na realidade,
Pode ser a maneira mais inteligente e rápida de se obter êxito,
O que importa não é a opinião dos espectadores a sua volta,
É somente o seu foco,
Seu bem estar...
Dando certo ou errado os frutos de seus planos sempre serão colhidos,
Colhidos por você e mais ninguém,
A vida oferece companheiros durante a jornada,
Um deles poderá ser eterno,
Outros seguem contigo um longo tempo,
Alguns passam como suave brisa,
Outros como violenta tempestade, dependendo do seu estado de espirito.
O fato é que tudo e todos passam, demore ou não.

Saboreie os momentos,
Se delicie com a vida,

Sem expectativa maior,
Sem culpa,
Sem cobrança,
Sem ressentimento,
Sua evolução como Ser Humano depende de cada um deles,
Respeitando seu semelhante nada mais é importante,
Seja feliz a sua forma,
A sua maneira,
Ao seu tempo,
Só acorde,
Porque para ser feliz não há sorte,
Nem suporte,
Só você possui o passaporte!
 
E para isto é necessário buscar Sabedoria
Esta precisamos ter ...
 
 

quarta-feira, 4 de setembro de 2013


Afastada daqui ... quanto tempo não tenho vontade de escrever, apenas vou vivendo conjecturando a vida, mas esse cantinho é tão bom, podemos soltar as palavras, esvaziar os sentimentos ... quero colocar aqui umas palavrinhas, por acaso as encontrei agora pouco e quero marcar neste meu blog,
meu diário virtual, meu cantinho encantado .




Amor só é grande quando se já repartiu todos os sonhos,

dividiu todos os planos,

quando já se entregou a senha e a chave de casa.

Amor, pra mim, é das coisas imensas.

Dos oceanos, desejos, constelações e galáxias.

Não vejo graça em dosar apoio, em poupar presença,

em guardar carinho.

Deixo para as estatísticas todas as casas decimais.


quarta-feira, 26 de junho de 2013



 


 
           
Definitivo

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções
irrealizadas, por todos os lugares que gostaríamos de ter conhecido ao lado
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter
tido juntos e não tivemos,por todos os shows e livros e silêncios que
gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e rende pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, para tomar um bom vinho, para namorar.

Sofremos não porque somos impacientes conosco mesmo, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando com alguem as nossas mais
profundas angústias e esse alguem nem estivesse interessado em nos compreender.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido pessoas
tão bacana, que gerou em nós sentimentos intensos e que nos fez plenos e nos deu
companhia por um tempo razoável ,um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional...
 
 
Carlos Drumond de Andrade

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Os dias amanhecem ... 
Sempre,
E em cada despontar do Sol,
a esperança dele brilhar mais e mais,
Sempre ... dentro de nós.

E em cada amanhecer também uma oração
significativa de viver e também o desejo
de que a vida continue em versos:


Procure ...
Descubra a cor dos meus
pensamentos.
Deixe o impossível acontecer,
E procure entender
quando doer.

Não desperdice
os seus pensamentos
Em se aborrecer
Economize-os para
desperdiçá-los
Quando os dias
amanhecerem escuros
E eu  precisar ...
e você precisar.

No momento os dias estão confusos.pra mim
Deixa amor... Deixa-me fugir das antecedências,
Deixa-me entender o que preciso,
O que nunca pensei ...
E ir para o fundo do meu querer...
Encontrar-me e tentar ficar bem

Depois então me manda ficar quieta!
Sem receio e sem dó,
Quando te conhecí eu só queria isso
ficar quieta, nada mais
.
A vida vai acontecendo e surpreendendo a cada dia ...
(inspirada na web)

segunda-feira, 15 de abril de 2013




Insegurança.
Ser mulher é assim, ora plena, ora insegura
Hoje senti uma insegurança que há muito tempo não sentia.
Medo, ansiedade, angustia e perguntas, muitas perguntas.
Indaguei a Deus sobre muitas coisas...
Por um momento desacreditei em mim e no meu anseio de conquistar mais coisas do que já conquistei.
Quero tanto, desejo tanto, sonho tanto... Mas, tudo me parece tão distante.
Sinto-me nadando contra a maré, indo contra o fluxo.
Já aprendi que não podemos correr atrás da felicidade;
Sei que a única coisa que podemos fazer é buscar a realização dos nossos sonhos,
Pois desta forma estaremos mais próximos da felicidade.
Como deve ser bom sentir-se seguro sempre, protegidos, amados, amparados...
Apesar da monotonia que poderia surgir,
Acredito que a sensação de plenitude deva compensar tudo.
Queria poder dizer tudo que sinto e penso sem ter que avaliar nada;
Sem ter que me submeter aos joguinhos que estão intrínsecos no convívio humano.
Não ter que abrir mão de amigos especiais, momentos mágicos, pessoas importantes...
Encerrar ciclos sem ter que perder o que foi bom,
Bonito, sublime e mágico em algum momento.
Queira Deus que eu esteja no caminho certo, fazendo as escolhas mais sensatas,
E principalmente, que esteja conseguindo me proteger do sofrimento que a cada dia que passa se torna mais eminente aos meus olhos.


busquei na Net e encontrei.

quarta-feira, 13 de março de 2013

 
 
Estava louca para ir ao teatro ver a peça de Clarice Lispector,
fui ... já se passaram mais de 2 anos .  Meu coração estava oprimido,
confuso ... e todas as poesias e pensamentos dela, eram
como se tivessem saidos de mim .
 
 
"Sou composta por urgências:
minhas alegrias são intensas;
minhas tristezas, absolutas.
Entupo-me de ausências,
Esvazio-me de excessos.
Eu não caibo no estreito,
eu só vivo nos extremos.

Pouco não me serve,
médio não me satisfaz,
metades nunca foram meu forte!

Todos os grandes e pequenos momentos,
feitos com amor e com carinho,
são pra mim recordações eternas.
Palavras até me conquistam temporariamente...
Mas atitudes me perdem ou me ganham para sempre.

Suponho que me entender
não é uma questão de inteligência
e sim de sentir,
de entrar em contato...
Ou toca, ou não toca.”
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Nosso relacionamento de repente ficou morno, 
não estou me entendendo mais.
Você fez morada nele, mas se ausenta demais
E as vezes da espaço pra tristeza entrar.
Ou ... sou eu que não sei lidar com  situações assim
Vão passando os dias e um vazio vai tomando lugar
Não sei ser mais ou menos
Nestes dias em que imaginei seriam plenos,
De repente penso, não são!
Olho tudo turvo e vejo tudo está nas minhas mãos,
Mas se abrir os olhos direito,
Nem vejo as minhas mãos.
 
Quando penso em escrever, é porque minha alma
está inquieta, querendo divagar, meu espirito não está feliz.
As letras me consolam, mas a vida me foge.
Volte ... pode ser que daqui há pouco se demorar
Não irá encontrar mais em mim a pureza
da minha imensa vontade de ser.
 
 
Sônia Mara

segunda-feira, 11 de março de 2013





Sou uma mulher madura,
Que as vezes anda de balanço
Se torna uma criança insegura
Balança no salto alto
Divaga nos seus ideais.
Tropeça nos contratempos
Se assusta com os ventos
Vai e vem nas suas histórias
Deixou de se tornar opção
Mas busca conforto, apoio, ajuda
Para ... dorme, sonha, acorda
Levanta e anda, sozinha
As vezes acompanhada,
Mas sózinha.