quarta-feira, 15 de junho de 2011

O amor em forma de poesia




Em forma de poesia ... eu diria
Que quando o amor brota em nosso coração,
É como o Sol !
Brilha sem ser dia,
Queimando em noite tardia,
A boca que beija ...
Morde pedacinhos de felicidade.

Perdidas ficam as palavras no ar
Em pensamentos imaginados,
Tentando encontrar a melhor explicação
Para a palavra amar!
Em forma de poesia ... eu diria
Que o amor, é tentar entender
O que não se pode explicar ...

É podermos em momentos inventados
Planar como gaivotas sobre o mar!
Acreditar que no amor,
Não existe dor, só "amor"
E sem razão, pedir perdão
Por escutar a voz de um coração
Que deixa o silêncio falar ...

Dificil é entender o sonho da verdade
É desejar que o amor aconteça
Transportando da mente para a vida
Toda a sua realidade, sempre ...
Toda a sua fantasia ...
O amor pode ser falado ou ouvido]
Amado ou sofrido,
Vivido ou sentindo ...

Eu diria
Tenho "amor" por você
Em forma de poesia !!!





Em 15/06/2011 -  Hora: 1h 30 min

6 comentários:

jose vitor lemes disse...

Tão somente o amor é único, neste poema fica claro: nada é preciso a não ser o conciso feitiço. Tudo é bonito quando a pessoa interage comunhão, quando o coração faz uma ponte, lá, do outro lado, na mesma bondade ou na vontade de chorarem juntos...
A forma da poesia é como um vidrinho da melhor mirra, seu perfume viaja além do sentimento, entra nos corações, pede pousada e passa a ser ouvido; passa a ser palavras de amor...
"Ama-me por amor do amor, até a eternidade".

bjs

Sonia disse...

Vitor, que lindo, lindo !!!
Maravilhosas palavras, quando digo, é verdade, você é um poeta que emociona.
Beijos mano !!!

Anônimo disse...

Soninha
Se...... somente é o amor todos os gestos e atitudes serao por amor, entao estaremos no mesmo ELO da vida quer será um coração só, sonhando os mesmos sonhos......
beijos ( Leacir )

jose vitor lemes disse...

Leacir, prevejo que o futuro será melhor se plantarmos hoje uma sementinha de amizade, fica portanto uma necessidade séria de marcarmos um café. Já não dá mais para sentar neste blog, aqui não existe flores, e a cara do presente premedita não vingar a rosa.

abraços

Anônimo disse...

J.Vitor, a terra ja foi arada, preparada,adubada esta pronta, vamos plantar a semente e sua ajuda sera muito benvida,para colher otimos frutos e dividi los, pode marcar, aguardo, viajo hoje a curitiba, volto na prox semana, abracos
( Leacir )

Anônimo disse...

J.Vitor, a terra ja foi arada, preparada,adubada esta pronta, vamos plantar a semente e sua ajuda sera muito benvida,para colher otimos frutos e dividi los, pode marcar, aguardo, viajo hoje a curitiba, volto na prox semana, abracos
( Leacir )