sexta-feira, 12 de setembro de 2014



Imaginem um lugar de sonho, mar, sol, verde, sons

de passarinhos, céu azul ... e música ao vivo tocadas

ao violão PRA MIM,... quanto tempo se passaram sem 

que eu tivesse a oportunidade de novo desse prazer.

A vida passou um bocado, mas me convenceram que 

ainda sou a mesma,   precisava tanto disso tudo.

O coração está diferente da bela jovem que por aqui

andou há tanto tempo atrás, talvez esteja mais consciente

nesse mundo de sobrevivências.

A alegria vai chegando ao espirito devagarinho, e vai

removendo um pouquinho as dores normais

ocasionadas nesta vida de tantas controvérsias.





11/09/2014 - Pitangueiras 
 
 

Um comentário:

jose vitor Lemes disse...

Imagine que neste lugar, tão real! Bem mais cheio que sonho bem mais altas que as marés em altos mares, Onde o som dos pássaros se interpolara na tua própria garganta; metade foi música, outra metade, vida, vida misturadas nas cordas de viola. Nas canções da jovem guarda. E, tudo foi oportunidade, tudo, sonhos realizados. Contudo, o replay, soou seu bocado, ergueu-te em suas notas para que ainda veja o professor sol, e o mesmo verde que flora a bela jovem, que faz a acintosa do amor, a mesma loucura da paixão. Se o coração de agora está diferente, creia, não é pelo cansaço das ondas que se repetiram, não é pela eloquência do tempo ligeiro, não é porque as ondas se quebram repetidas; não é!
Mas sim é! Felicidade espirituosa que lhe ensinou aos poucos viver intensamente…