quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Este silêncio que fala alto

.
                                    

O Som do silêncio......

Pior do que uma voz que cala, é um silêncio que fala!
Simples, rápido! E quanta força!

Imediatamente me vem à cabeça situações em que o silêncio

me diz verdades
pois, você sabe, o silêncio não é dado a amenidades.
O silêncio cru mostra tão bem a realidade.

Um encontro onde nenhum dos dois
abre a boca.
Silêncios que falam sobre nossa alma, pensamentos guardados.
Quantas coisas são ditas na quietude deste momento.

Só ele permanece imutável, o silêncio, a ante-sala do fim.
A ausência do aconchego, da cumplicidade simplifica,

mesmo entristecendo, o silêncio vai longe.

Permanece num tempo longo ...

Cordas vocais em funcionamento articulam argumentos,

expõem suas queixas,
jogam limpo. Já o silêncio arquiteta

planos que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.
Quantas vezes sentimos alguma coisa forte. É o silêncio de um
mandato de vida, qual vida, a que passou ... a que ainda virá ...

É claro que há muitas situações em que o silêncio é bem-vindo.

Mesmo no amor
quando a relação é sólida e tranquila,

o silêncio a dois não incomoda, pois é
o silêncio da paz.

O único silêncio que perturba é aquele que fala aqui dentro

sozinha em conflito.

E fala alto, mostra o nosso eu interior.

Neste silêncio não existe chance de enganar os pensamentos.




2 comentários:

jose vitor lemes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jose vitor lemes disse...

O silêncio maltrata, seja daquela a quem amamos a voz, e cuja sua fala não sai resposta; queremos ouvi-la, batemos sua sala, porém seu peito se fecha... Ficamos afora. Choramos!
Dela não jorra suas palavras!?
Então nos ataviamos secos, perde-se a graça, e a vida não corre...
Imputamo-nos num deserto.
Tal repente… uma miragem a nossa frente
um novo silêncio, só que este nos induz a águas
e até fala conosco, ilude-nos um pouco, mas tão logo
nos erguemos num cantil sem visagem…
O silêncio… bem nos têm se a quem amamos decora o nosso rosto,
mesmo que ainda quieto, edita seus sentimentos,
e nos faz ler o coração…