terça-feira, 7 de junho de 2011

Se eu fosse ...

Se eu fosse o vento,
Iria roçar o teu rosto de leve, num carinho ...
Se eu fosse o mar,
Embalaria teus sonhos, ao sabor de ondas maviosas ...
Se eu fosse a areia,
Seria o chão para os teus pés, em suas pegadas ...
Se eu fosse uma flor,
Perfumaria todas as tuas manhãs, mesmo as frias e chuvosas ...
Se eu fosse uma abelha,
Sugaria o doce da tua boca, e teria mel ...
Se eu fosse uma estrela,
Brilharia nas tuas noites, e te olharia do céu ...
Se eu fosse um bichinho,
Aninhar-me-ia no teu peito,  para assim tudo, tudo esquecer ...
Se eu fosse uma nuvem,
Abriria espaços para o Sol, e
Teu corpo sempre iria aquecer ...
Se eu fosse um anjo,
Agasalhar-me-ia sob minhas asas, iria te ninar e proteger ...
Se eu fosse uma cor,
Queria ser rosa, pintaria teu rosto na tela do "meu amor" ...
Se eu fosse a noite,
Me aninharia bem junto a você, e velaria o teu sono ...
Se eu fosse uma deusa,
Voltaria das veredas antigas, como algo perfeito que te fosse uno ...
Se eu fosse ... Tudo Isso ! ...
Seria muito pouco, porque mesmo sendo tanto,
Não caberia em mim o sentimento que tenho ...
Assim, sendo eu mesma,
Vou tentar te dar ainda o melhor do meu coração ...
O que ainda está bem guardado.
És para mim ...
Hoje, o reencontro com a felicidade,
A alegria de contemplar um novo horizonte ...
A esperança de ver o amor renascer !!!


2 comentários:

jose vitor lemes disse...

Seja o que tu fores, há de reencontrar um caminho fácil. Andaras por ele e repetiras as vozes da poesia,

bjs

Anônimo disse...

Soninha,o presente é hoje, e a postagem SE EU FOSSE ,torna se á o EU SOU, e juntos estamos buscando o tesouro no reencontro da nossa felicidade... Beijos ( Leacir )